Polícia

Suposto erro médico mata mãe de 23 anos que estava grávida

31 Ago 2021

A senhora Lucélia Luzia da Silva contou com EXCLUSIVIDADE para a nossa reportagem o drama que está vivendo com sua família. Segundo esta senhora sua filha de 23 anos, ex-aluna do UNIFUNEC bacharel em Direito foi hospitalizada na última quinta-feira (26) para dar à luz ao segundo filho e a mesma a acompanhava.

Dona Lucélia afirmou que sua filha subiu para a sala de cirurgia as 18:30h para fazer a cesariana e que depois de algum tempo começou um corre-corre nas salas do hospital, ela afirmou que já começou a ficar preocupada e a todo instante perguntava da filha.

A mãe já em desespero não conseguia informações reais do que estava acontecendo, depois de um bom tempo foi que chegou a notícia que tinha acontecido um erro gravíssimo, mas que estaria sobre controle, ao perguntar da criança recebeu informação que precisava coloca-la na incubadora pois o mesmo havia nascido fraquinho e para aumentar seu desespero não tinha informação da filha, só depois das 23:30h foi que ela ficou sabendo que a vítima fatal teria tomado uma injeção errada no lugar da anestesia, por isso a mesma já estava intubada.

Depois de muito sofrimento a mãe da vítima nos contou que o drama continuou, no hospital não tinha vaga na U.T.I e que a mesma aguardava vaga em Três Lagoas-MS, só depois de algumas horas que aconteceu a transferência. E chegando na cidade também não havia vaga disponível no momento e sua filha ficou aguardando em uma outra sala ate ser levada para a U.T.I.

Dona Lucélia juntamente com a outra filha que também a acompanhava ainda contou que a vítima teve uma parada cardíaca e seguiu internada, logo depois veio a triste notícia que a mesma havia entrado em óbito.

A indignação da família é que o prefeito se quer as procurou para saber notícia e o hospital até agora não deu nenhuma atenção, só disse que afastou os funcionários envolvidos e que abriu uma investigação administrativa para apurar se houve erro médico.

A jovem de 23 anos deixou uma criança de 3 anos, marido e o recém-nascido. Toda família esta em desespero e aguada por justiça.

 Foi lavrado o boletim de ocorrência de erro médico que será apurado pelas autoridades, esperamos que não ocorra mais esse tipo de tristeza em outras famílias. Veja a entrevista clique aqui!

Santa Clara d’Oeste e Santa Rita d’Oeste batem recorde dos primeiros oito meses de administração em gastos com diárias de viagens
EXCLUSIVO: Agora. Acidente mata jovem ao cair da moto em Santa Rita d`Oeste