Coronavírus

Presidente do Sim-Comércio quer lockdown para quem não obedecer o decreto

14 Jun 2021

O presidente do Sim-Comercio de Santa Fé do Sul, Sr. Norio Kobayashi, hoje pela manhã (14), esteve reunido com o presidente da Associação Comercial e Empresarial.

A Pauta conversada entre eles foi a respeito da reunião que aconteceu no último sábado com a participação de lideranças empresariais, médicos, lideres religiosos, profissionais da saúde e cidadãos em geral totalizando cerca de 20 pessoas, vale ressaltar que a reunião foi realizada através de uma plataforma online.

De acordo com o Sr. Norio, a reunião teve como objetivo, tentar convergir algumas propostas, para solucionar o problema que vem impactando toda a cidade.

“São medidas que irão conter a disseminação do vírus, temos que aprender a lidar com isso e o lockdown não resolve, é sim, uma medida paliativa, mas que gera efeito catastróficos na sociedade e não resolve o problema, apenas volta mais forte.”

Norio também coloca a fiscalização em pauta, visto que o recebimento de reclamações de festas e aglomerações vem sendo constantes. A respeito do comércio, Norio fala do cuidado que se deve ter quando as medidas de proteção contra a Covid-19.

“Que a fiscalização faça visitas aos prédios comerciais em duas etapas, sendo a primeira, orientando e a segunda, caso não houver a colaboração do empresário, vamos ter que entender que é necessário a multa e concordamos até com uma suspensão temporária de sete dias, seria um lockdown especifico para o estabelecimento infrator.”

O que foi muito discutido na reunião foi a respeito do TRIS, que se da na ampliação de testagem através do teste rápido PCR (teste do cotonete), dando resultado positivo, todo o processo de tratamento se inicia tendo também um suporte do poder público.

Secretária de saúde comenta sobre `lockdown` em Jales e avalia o momento como `conturbado e difícil`
Fim de semana é marcado por 3 mortes pela covid-19 em Santa Fé do Sul