Social

Pela Filha, mulher com câncer não desiste de viver, e precisa de você para isso

10 Jun 2021
686

No Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama também é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres no país.

Claudia Nogueira Rocha, de 41 anos, moradora de Santa Fé do Sul, está entre umas das muitas mulheres que sofrem com o câncer de mama. Claudia relata que em 2015 apenas existia o nódulo e que se desenvolveu muito rapidamente.

Após ver que algo estava diferente, Claudia começou seu tratamento em Jales e descobriu que a doença já estava em estado avançado não tendo mais tratamento para ela na Unidade do Hospital do Amor de Jales, apenas realizando o uso de medicamentos e em São José do Rio Preto o tratamento com o ozônio.

O tratamento de ozonioterapia e os medicamentos, é o que mantém Claudia viva. De acordo com Claudia ela diz que faz o tratamento 3 vezes por semana, tendo um custo de R$860,00 por semana.

“Tenho algumas ajudas, mas infelizmente não dá, tenho várias coisas para vender, mas também não está dando certo. Todo mundo conhece a minha história, tenho uma filha de 5 anos e para ver a minha filha crescer meu tratamento não pode parar e tem uma semana que eu não realizo este tratamento.”, disse Claudia.

Ela também agradece Luzia Guerra e Ramon Amaral que a tem ajudado realizando o pagamento de duas semanas do tratamento, no entanto duas semanas ela não está tendo e pede a ajuda de toda a população para que ela consiga realizar o tratamento como os profissionais da saúde descreveu.

O tratamento vem sendo uma qualidade de vida para a Claudia. Recentemente ela descobriu outro câncer na outra mama, no entanto ela não sabe a gravidade, pois ainda estará realizando a biopsia para descobrir.

Cláudia tem um custo de mais de R$ 3440,00 com o tratamento, fora que ela tem que se manter dentro de casa com água, energia, alimentação.

Apesar de tanto sofrimento Claudia não desiste da vida, ela quer cuidar da vida de sua filha e a vê-la crescer.

Para você que quer ajuda-la de alguma forma, ligue para o número (17) 98166-3140.

Criança é estuprada por homem enquanto era mantida em cárcere privado
CIC de Santa Fé do Sul elege nova diretoria após 10 anos