Social

Morre menino de 2 anos que teve verba para tratamento desviada pelo pai

18 Out 2019
715

O menino João Miguel, de apenas dois anos de idade, morreu nesta quinta-feira em Belo Horizonte (MG). A criança tinha atrofia muscular espinhal (AME), uma doença degenerativa grave, e foi vítima de uma parada cardíaca.

O caso ganhou repercussão nacional em julho, quando o pai de João, Mateus Henrique Leroy Alves, de 37 anos, foi preso por desviar R$ 600 mil do dinheiro arrecadado em vaquinha online para custear o tratamento do menino. Além de levar uma vida de luxo, ele investiu R$ 50 mil em uma casa de prostituição.

“João estava em casa ontem à noite quando passou mal e teve que ser internado às pressas. Recebeu atendimento rapidamente num hospital aqui em Conselheiro e foi transferido para Belo Horizonte. Hoje teve uma parada cardíaca e não resistiu”, explicou Daniel Gomes, titular da delegacia de Conselheiro Lafaiete, cidade natal de João.

A ação “Ame João Miguel” angariou mais de R$ 1 milhão em um ano. A publicação mais recente nas redes sociais da campanha é um vídeo gravado pela mãe do menino, Karine Rodrigues, em agradecimento pelas mensagens recebidas no aniversário do filho. Ele havia completado dois anos no último dia 7.



Homem é preso com armas e dezenas de munições em propriedade rural
Prefeito é condenado por empregar parentes