Geral

Morador da região devolve Auxílio Emergencial e explica `erro` cometido em seu nome

23 Jun 2020

O Produtor Rural e Coordenador do HA de Paranapuã, Claudionor Lansoni, procurou hoje (23) a reportagem do dite A VOZ DAS CIDADES.

Senhor Claudionor Lansoni, veio acompanhado de um filho, que autorizou a publicação da reportagem para os devidos Esclarecimentos.

Segundo Senhor Claudionor Lansoni, ele e a esposa, Alaide da Silva Lansoni, foram cadastrados pela Prefeitura de Paranapuã, no Cadastro único para Programas Sociais (3ª Idade).

No cadastro consta a renda de um salário mínimo, sendo assim, os possíveis cadastrados passam a ter legalmente direito ao Auxílio Emergencial.

Foi o que aconteceu, na verdade a beneficiária, foi a Esposa do Senhor Claudionor Lansoni, a Senhora Alaide da Silva Lansoni, que recebeu duas parcelas do Auxílio Emergencial no valor de 600 reais, e que por não ter conta, foi depositado em nome do Marido, Claudionor Lansoni.

Após ser alertado de que seu nome, Claudionor Lansoni, constava na lista dos beneficiários do Auxílio Emergencial, ele veio até a Agência Bancaria de Jales, (Banco do Brasil) e fez a devolução das duas parcelas já depositadas em sua conta no valor de 1.200 reais, conforme consta de documento abaixo.

Apenas fica uma observação e esperamos que a Prefeitura de Paranapuã se manifeste sobre o caso, como cadastros são feitos em nomes de pessoas da Terceira Idade, com informações inverídicas.


Justiça Federal obriga Bolsonaro a usar máscara em espaços públicos do DF
TOR prende motorista com 5,3 toneladas de maconha na Euclides da Cunha