Cidades

Fernandópolis: médicos da Universidade Brasil entram em greve

02 Dez 2019
83

Médicos pagos pela Universidade Brasil, de Fernandópolis (SP), que trabalhm na UBS (Unidade Básica de Saúde) Pôr do Sol, na cidade, decidiram entrar em greve nesta segunda-feira (2).

O motivo da paralisação é a falta de pagamento de salários dos profissionais, que deveria ser feito pela universidade.

De acordo com o Diário da Região, 25 profissionais não compareceram ao posto para trabalhar hoje. São cardiologistas, cirurgiões gerais, neurologistas, psiquiatras, pneumologistas e endocrinologistas que atendiam na unidade. O atendimento à população precisou ser suspendo na unidade.

Em novembro, o Ministério da Educação (MEC) cortou de 205 para 128 o número de novas vagas anuais do curso de medicina da Universidade Brasil, atendendo a recomendação do Ministério Público Federal (MPF), que junto com a Polícia Federal (PF) investiga a faculdade por esquema de venda de vagas, fraude no Fies, no ProUni e na prova do Revalida, que serve para que médicos formados no exterior possam exercer a profissão no Brasil.

O reitor e mais 22 pessoas chegaram a ser presas na operação, chamada de Vagatomia.





Vídeo flagra agressão de policial militar a morador de rua e cachorro
Dois jovens morrem atropelados após queda de moto na Euclides da Cunha