Cidades

Entregador sofre ataque com ofensas racistas

24 Ago 2020
146
Na noite da última sexta-feira, 21 de agosto, o motoboy Maicon Alberto Faria Vieira, 24 anos, saiu para entregar mais uma pizza em meio as dezenas de corridas que faz em Jales durante o seu turno no emprego que conseguiu mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia do novo coronavírus. 
Ele relata que quando chegou na residência de um casal em um bairro de classe média alta, tocou a campainha como de costume e foi "recepcionado" por um homem que, quando saiu pra fora, olhou para ele e voltou para dentro de casa dizendo pra esposa: "agora eu entendi porque a pizza demorou, olha a cor do entregador".
Maicon gravou um vídeo relatando a situação: "Eu fiquei constrangido mais não levei pro coração, entreguei e a esposa dele veio sem graça, pegou a pizza e pagou! Eu pude entender que os caras não reconhecem. A gente ta aí, Sol, chuva, pra levar no conforto da casa dele e mesmo assim a gente é tratado desta maneira com um ato racista!", disse.
O entregador contou ao FocoNews que não pensou em procurar a polícia e que no momento pediu para que Deus abençoasse o homem e a família e que o curasse, porque considera o racismo uma doença.
"O mal está nele, não está em mim não. Independente da situação, continue! A primeira é pra baixo e o resto é pra cima, mete marcha meu parceiro!", finalizou deixando uma mensagem de otimismo.
Recentemente um caso de racismo na cidade de Valinhos em uma mesma situação envolvendo um entregador ganhou repercussão nacional. Naquele caso, o morador que humilhou o motoboy foi acusado de injúria racial e pode arcar com multa.
Apoio
Nos comentários do vídeo publicado em sua rede social, amigos deixaram mensagem de carinho e apoio ao entregador. Em um dos recados, uma amiga escreveu: "Deus conhece o seu coração. Fique em paz!". 


Foco News de Jales

COVID-19: Mais um óbito é registrado em Santa Fé do Sul
Acidente de trânsito mata jovem de 16 anos