Justiça

Covid-19: MPF recomenda testagem em massa no Frigoestrela

17 Jun 2020
415

A notícia do portal O Extra, de Fernandópolis, cita apenas o MPF, mas a recomendação partiu também do Ministério Público Estadual (MPE) e está assinada pelo procurador José Rubens Plates, do MPF de Jales, e pela promotora Priscila Longarini Alves, do MPE de Estrela D’Oeste:

O Ministério Público Federal estabeleceu o prazo de 48 horas para que o FrigoEstrela e a Prefeitura de Estrela d’Oeste realizem uma série de medidas visando a prevenção de casos do novo coronavírus no município.

Nos últimos dias Estrela d’Oeste registrou um grande crescimento de casos de Covid-19, chegando ao total de 50 – de acordo com o último boletim -, em uma população de apenas 8 mil habitantes.

O FrigoEstrela também preocupa as autoridades sanitárias. Diversos casos de coronavírus identificados na região tem origem no frigorífico. Em São João das Duas Pontes, de onde migram diariamente diversos trabalhadores para a unidade, já são vinte e duas confirmações para uma população de apenas 2,6 habitantes – ainda que não exista um padrão científico que estabeleça um nexo causal com o estabelecimento.

Em Guarani D´Oeste, também conhecida pela migração pendular, são oito casos confirmados, sendo que destes, seis trabalham no FrigoEstrela.

O MPF recomenda, entre outras coisas, ao frigorífico que:

– realize a testagem de detecção de coronavírus, com uma frequência mínima semanal, de todos os funcionários de sua unidade situada no Município de Estrela D’Oeste;

– proceda ao imediato afastamento e isolamento social dos trabalhadores cujos testes resultem positivo, os quais deverão permanecer em isolamento por prazo indeterminado até liberação médica;

– proceda ao isolamento, por pelo menos 14 dias, dos funcionários que tiverem familiares testados positivamente;

– proceda à desinfecção sanitária, com frequência diária de todas as instalações que tenham acesso de funcionários.


Babá é flagrada agredindo criança de 3 anos
Diretor da Fundação Casa é afastado após denúncia de que interno com Covid-19 ficou isolado em banheiro