Justiça

Concessionária de trens é condenada em mais de R$ 76 mil por fogo em sítio

10 Jul 2019
49

Um produtor rural dono de um sítio às margens da linha férrea, entre Votuporanga e Valentim Gentil, vai receber mais de R$ 76 mil da concessionária responsável pela operação dos trens na região.

A empresa foi condenada por funcionários terem provocado incêndio na vegetação seca ao lado da malha férrea em 27 de julho de 2018. Segundo o processo, o fogo destruiu plantação de tangerina, 1.100 metros de cerca divisória, seis alqueires de área de preservação permanente, 20 alqueires de pasto duas estufas e cerca de 600 metros de mangueira de irrigação.

De acordo com o apurado pelo VotuporangaTudo no processo, o fogo foi provocado por fagulhas provocadas por funcionários da empresa, durante reparos nos trilhos.

A concessionária negou que o trabalho da equipe tivesse potencial pra gerar fagulhas e impugnou o valor pretendido. O juiz considerou os laudos periciais e depoimentos de testemunhas, por isso determinou o pagamento do prejuízo ao produtor, que também é dono de uma quitanda em Votuporanga. O valor é de R$76.917,64 a ser corrigido monetariamente.



Morre o jornalista Paulo Henrique Amorim, aos 77 anos
Jovem perde controle de carro e cai de viaduto em rodoia