Santa Fé do Sul

B&G Cred poderá perder doação que fomentará mais de 300 empregos diretos

11 Jan 2021

A Câmara Municipal de Santa Fé do Sul aprovou em sessão uma lei de doação de um terreno as margens do Rio Paraná para a empresa B&G Cred. No projeto da referida empresa fica bem claro que a mesma terá a concessão efetivada após todo o investimento prometido estar ok. A estimativa de investimento da empresa é de R$30.000.000,00 e possivelmente geração de emprego de 300 pessoas, ainda ficou claro que a B&G Cred fará toda a obra em quatro anos e que atenderia toda a demanda exigida do Município, dando a municipalidade toda a segurança onde só efetivaria o negócio com todas as promessas colocadas no projeto estarem cumpridas, sendo assim, o Município terá toda garantia que não perderá nada, caso contrário, tanto o terreno quanto o investimento passa a ser do município, com tudo isso colocado e explanado os oito vereadores tanto situação, quanto oposição, inclusive o voto do prefeito Evandro Mura foi a favor, somente o vereador José Rollemberg votou contra.

A cidade de Santa Fé do Sul e toda a região ficou completamente animada com tal investimento visando o número de empregos diretos e indiretos, e o nome de Santa Fé do Sul iria mais uma vez ser divulgado em todo País e até fora dele. Mas nem tudo são flores, o advogado recém formado, Carlos da Silva Junior, entrou na Justiça com pedido de liminar para impedir a doação à B&G Cred. O advogado aduz que o ato é ilegal, imoral, lesivo ao erário, acreditando ser promessa de campanha, fato até aqui inexistente e não verdadeira. O que se vê é uma empresa que já está em Santa Fé do Sul a seis anos, que tem um olhar para o futuro, empreendedora, que conta com parceiros. Em Santa Fé do Sul as coisas acontecem sempre nas escuras, o terreno está parado, improdutivo, pago a mais de seis anos e ninguém da cidade se propôs a investi no local, foi só o empresário Eduardo Bercelli Mendes mostrar interesse e capacidade para colocar em prática tal projeto que o problema começou. O advogado por ser ainda jovem talvez não saiba quanto representa tal investimento e a geração de mais de 300 empregos. O que se sabe é que o Ministério Público deu parecer favorável ao pedido de liminar, indo agora para apreciação do juizado, concluímos que Santa Fé do Sul poderá perder o investimento que brilhou aos olhos de toda uma população.

Presidente do Sincomércio Norio Kobayashi manda indireta para prefeito Evandro Mura: Cadê a defesa do seu povo?
De julho a janeiro com o afastamento do Capitão Benites, Santa Fé do Sul já teve dois novos capitães