Geral

A história de hoje relata como o avanço da ciência tem salvado vidas

28 Mar 2021
379

Antigamente segundo relatos usava-se muito da crença e simpatia para salvar vidas, mas nem sempre dava certo. Exemplo esse caso que vou relatar.

Segundo a família, um homem para ser enterrado teve que morrer três vezes, entenda o caso.

A vitima desde muito jovem apresentava um quadro de desmaio como era chamado, e em um desses ficou 24 horas praticamente desacordado. Como não tinha exames precisos na época foi dado como morto, porém foi feito todo funeral, com muita tristeza.

Por sortes minutos antes do corpo sair para o enterro o jovem acordou assustando todos os presentes, o fato ficou famoso em toda região. Muitos anos se passaram, o jovem de 23 anos casou depois de algum tempo e constituiu família, teve três filhos e aparentemente uma vida normal. Dezesseis anos depois outro fato veio marcar a vida desse homem, uma simples dor de cabeça o levou a deitar e como passar das horas sua esposa foi ver como ele estava, e o mesmo estava morto aparentemente. Outra vez a família desesperada, desta feita já era a esposa, filhas e os parentes mais próximos, de novo o funeral.

Quando o corpo já estava bem próximo do cemitério, meu pai acordou gritando, de novo espalhando com os presentes, outra vez o fato foi registrado.

Em alguns jornais virou manchete, homem vive pela segunda vez após a morte, confesso que depois dessa situação meu pai nunca mais foi o mesmo, com o passar do tempo seu quadro foi pirando e acabou por levar meu pai a uma internação.

Os tempos já eram outros e infelizmente depois de quatro anos foi constatado a morte do meu pai, desta vez pela ciência, realmente ele havia morrido.

O que chamou atenção foi que desta vez com o anúncio da morte somente familiares bem próximos compareceram ao velório, ouça a história na íntegra. clicando aqui!

Motorista embriagado faz Polícia Militar usar a força moderada e levou a pior
Exclusivo: Grave acidente na SP 320, de fronte posto paulistão deixa 7 vítimas e carro caído em ribanceira, entre as vítimas, duas crianças