Coronavírus

A caminho da fase vermelha, Ademir e prefeitos da região projetam medidas

30 Jun 2020
110

A maioria dos prefeitos concordaram com a necessidade do aumento da fiscalização referente a bares, festas e eventos em chácaras e residências, aglomerações em supermercados e novas orientações para o comércio.

Temendo o colapso da saúde pública em meio a pandemia do coronavírus, uma reunião convocada pelo médico infectologista Maurício Favaleça, contou a presença dos prefeitos e autoridades das cidades de toda região, que discutiram medidas emergenciais para frear o contágio e a disseminação do vírus na região noroeste paulista.

Composta pelos prefeitos Flávio Prandi Franco de Jales, Ademir Maschio de Santa Fé do Sul e André Pessuto de Fernandópolis (representado pelo Secretário de Saúde), a mesa principal da Câmara Municipal de Jales teve papel importante na reunião, para encaminhar junto aos prefeitos da região, idéias e soluções com medidas restritivas a nível regional.

A maioria dos prefeitos concordaram com a necessidade do aumento da fiscalização referente a bares, festas e eventos em chácaras e residências, aglomerações em supermercados e novas orientações para o comércio.

Em um certo momento, chegou até a ser discutida a possibilidade de um "mini-lockdown", seguindo o exemplo de São José do Rio Preto, limitando o funcionamento do comércio e fechando tudo em três dias da semana. Também foi discutida uma antecipação da possível fase vermelha que a região pode entrar nos próximos dias devido ao aumento de casos e o aumento das ocupações de leitos nas unidades hospitalares.

MAS E AÍ, O QUE VIROU?

Ficou definido que os prefeitos da região deverão encaminhar para o prefeito Flá, documentos com sugestões até a próxima quarta-feira, 1º de Julho, e que "coloquem no papel" o que concordam referente ao discutido na reunião. Ainda nesta semana deve surgir uma decisão unificada, envolvendo todas as cidades interligadas da nossa região - de Fernandópolis até Rubineia.

ANTECIPAÇÃO

Por bem pouco a região de São José do Rio Preto não entrou na fase vermelha - que permite apenas o funcionamento dos serviços essenciais - no último anúncio do plano São Paulo feito pelo Governo do Estado. As medidas tomadas a nível regional deve ser uma antecipação do que pode acontecer nos próximos dias, quando o governador João Doria deve anunciar a restrição para a região caso a situação continue piorando.


Menino de 9 anos morre após passar mal quando andava de bicicleta em Jales
Santa Fé do Sul adere a novo Decreto Estadual e quem circular sem máscara pode ser multado em R$ 500 e R$ 5 mil reais para estabelecimentos comerciais